Escritório Carvalhaes - Corretores de Café Rua do Comércio, 55 - 8ª andar - Santos/SP - Brasil - Cep. 11010-141 - Tel. (13) 2102-5778 -23.93422, -46.328565

Boletim semanal - ano 84 - n° 2

Abaixo está o último boletim publicado.

Se quiser consultar boletins anteriores, clique aqui.

Santos, sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A ICE Futures US em Nova Iorque continuou operando em alta esta semana e os contratos de café com vencimento em maio próximo já acumulam 1 180 pontos de alta desde o início de 2017, recuperando boa parte das perdas do mês de dezembro último.

No mercado físico brasileiro foi grande o interesse de compra para todos os padrões de café. As ofertas voltaram para o patamar de 500 reais e acima, possibilitando que alguns negócios fossem fechados. Não se encontra vendedores para ofertas abaixo dos quinhentos reais por saca.

O CECAFÉ – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil divulgou esta semana os embarques brasileiros de dezembro e o total de café exportado pelo Brasil em 2016. No ano, o Brasil embarcou 34 005 893 scs de café. Foram 8,14% menos que as 37 018 983 scs embarcadas em 2015. Chama a atenção o volume de café arábica embarcado, 29 568 282 scs., recorde histórico. Surpresa maior foram as exportações de café solúvel em 2016: 3 857 298 scs! Foi o maior volume embarcado pelo Brasil em um único ano, desde que iniciamos a industrialização de café solúvel no país. Já as exportações de conilon verde recuaram 86, 23%. O clima seco sobre as regiões produtoras de conilon no Brasil derrubou a produção brasileira e a safra colhida está sendo absorvida pelas indústrias de solúvel e torrefações que atendem o consumo interno brasileiro, segundo maior do mundo.

O Porto de Santos foi responsável pelo embarque de 84% das exportações brasileiras de café. Saíram pelo complexo portuário santista 28,5 milhões de sacas de 60 kgs.

Continuaram esta semana os debates e pressões das indústrias de solúvel para que o Ministério da Agricultura permita a importação de café conilon. A Conab – Companhia Nacional de Abastecimento apresentou no último dia 11 um relatório preliminar dos estoques brasileiros de conilon. Com o equivalente a 70% dos armazéns, de fazendas e cooperativas do Espírito Santo, sul da Bahia e de Rondônia pesquisados até agora, a Conab chegou a um volume de cerca de 1,7 milhão de sacas de café conilon em estoque. Esse número foi imediatamente contestado por cooperativas e lideranças dos cafeicultores, afirmando que o estoque é maior, não sendo necessária a importação de conilon às vésperas da entrada no mercado da nova safra 2017.

O deputado federal pelo Estado do Espírito Santo, Evair Melo, assumiu, com determinação, a defesa dos cafeicultores brasileiros. O estoque brasileiro de conilon deve realmente ser maior que o número preliminar levantado pela CONAB e suficiente para atender a indústria de solúvel até a da entrada da nova safra 2017 de conilon em abril e maio. O recorde histórico de exportação de café solúvel pelo Brasil é um forte indicador da existência de matéria prima suficiente no País. O quadro de equilíbrio precário entre produção e consumo já era esperado, e os preços do café subiram pela lei da oferta e procura.

Autorizar a importação de café sem um profundo estudo comparativo entre os custos de produção no Brasil ( fortemente afetado por rigorosas leis trabalhistas, ambientais e fiscais) e nos nossos principais concorrentes, prejudicará os cafeicultores brasileiros, desestimulando investimentos necessários para o aumento da produção em nosso país, sem a qual perderemos participação no mercado mundial. Precisamos estimular os cafeicultores brasileiros a aumentar nossa produção de arábica e conilon. O Brasil precisa caminhar rapidamente para safras médias de 60 milhões de sacas.

Até dia 12, os embarques de janeiro estavam em 423.503 sacas de café arábica, 11.196 sacas de café conilon, mais 32.239 sacas de café solúvel, totalizando 466.938 sacas embarcadas, contra 821.448 sacas no mesmo dia de dezembro. Até o mesmo dia 12, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em janeiro totalizavam 933.734 sacas, contra 1.552.074 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 6, sexta-feira, até o fechamento de hoje, sexta-feira, dia 13, subiu nos contratos para entrega em março próximo 645 pontos ou US$ 8,53 (R$ 27,41) por saca. Em reais, as cotações para entrega em março próximo na ICE fecharam no dia 6 a R$ 608,65 por saca, e hoje dia 13, a R$ 634,55 por saca. Hoje, sexta-feira, nos contratos para entrega em março a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 30 pontos.

Escritório Carvalhaes

 

Cotações de Café

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

 

US$/saca 60 Kg

Gráfico
  • CD Finos
  • Fino/Extra
  • Boa Qualidade

  • Duro Fraco
  • Riados
  • Rio

  • Consumo Dura
  • Consumo Riada
  • NY

Mercado físico:

18/01/2017 - Calmo - COTAÇÕES NOMINAIS.

Sem vendedores nas bases oferecidas pelo compradores

Indicador de preços OIC - 17/01/2017

Colombian Mild Arabicas: US$ 166.73
Brazilian Naturals: US$ 147.20
(US cents por libra)
Fonte: OIC (Organização Int. do Café)

Mercado de Café safra 2016/2017
Cafés Físico Fech. Mín. Máx.
CD Finos 18/01/17550,00600,00
Fino/Extra 18/01/17540,00550,00
Boa Qualidade 18/01/17520,00530,00
Duro Fraco 18/01/17500,00510,00
Riados 18/01/17490,00500,00
Rio 18/01/17480,00490,00
Consumo Dura 18/01/17500,00510,00
Consumo Riada 18/01/17490,00500,00
por saca 60,5 kg - tipo 6 para melhor (em R$) Fonte: Carvalhaes
Cotações de NY
contrato fech. U$ var. R$
MAR17 18/01/17 149.20 -70  635,31 
MAY17 18/01/17 151.55 -75  645,31 
JUL17 18/01/17 153.90 -70  655,32 
SEP17 18/01/17 156.10 -70  664,69 
DEC17 18/01/17 159.15 -70  677,68 
MAR/18 18/01/17 162.05 -65  690,02 
U$ cnt / Lb - R$ / saca 60 kg (contrato C)
Cotações da Bolsa de São Paulo (BMF)
contrato fech. U$ var. R$
MAR17 18/01/17 179.60 -105  578,13 
MAY17 18/01/17 --  -- 
JUL17 18/01/17 --  -- 
SEP17 18/01/17 186.50 -300  600,34 
por saca 60,5 kg
Cotações da Bolsa de Londres (LIFFE)
contrato fech. U$ var. R$
MAR17 18/01/17 2,260.00 7.274,94 
MAY/17 18/01/17 2,245.00 7.226,66 
JUL17 18/01/17 2,247.00 7.233,09 
SEP17 18/01/17 2,251.00 7.245,97 
por tonelada - café robusta
cotações do câmbio
moeda un valor data
Dólar Com. R$ 3,2190 18/01/17
Euro US$ 1,0684 18/01/17