Escritório Carvalhaes - Corretores de Café Rua do Comércio, 55 - 8ª andar - Santos/SP - Brasil - Cep. 11010-141 - Tel. (13) 2102-5778 -23.93422, -46.328565

Boletim semanal - ano 85 - n° 38

Abaixo está o último boletim publicado.

Se quiser consultar boletins anteriores, clique aqui.

Santos, sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Interesses de curtíssimo prazo marcaram mais uma vez o mercado de café. Assistimos diariamente a fortes e rápidas oscilações nos contratos negociados na ICE Futures US em Nova Iorque. Na segunda-feira os com vencimento em dezembro próximo fecharam com perdas de 240 pontos. Na terça mais 145 pontos de queda levaram o fechamento de dezembro a US$ 95,85 por libra-peso. Na quarta-feira houve um ganho de 85 pontos e ontem uma expressiva alta 305 pontos. Hoje, sexta-feira, Nova Iorque fechou com alta de 15 pontos. No balanço da semana todo esse sobe e desce apresentou um saldo positivo de 20 pontos...

Como usual, o comportamento dos contratos de café na ICE acompanharam as oscilações do real frente ao dólar. Nesta semana os mercados cambiais dos países emergentes apresentaram recuperação, principalmente a partir da quarta-feira, quando o dólar passou a cair expressivamente ante uma cesta de moedas (ICE Dollar Index). Fonte: Valor Econômico (veja mais informações no clipping de nosso site).

Só ontem a moeda americana fechou em queda de 1,25% a R$ 4,0750. Não por acaso foi o dia de alta mais forte (305 pontos) nos contratos de café em Nova Iorque. Com nossa moeda ainda temos como complicador a forte instabilidade política, que se agrava a cada dia, com a aproximação das eleições em 7 de outubro próximo. Para analistas econômicos, nossa incerteza eleitoral tem pesado menos na desvalorização do real este ano que uma mudança do cenário cambial internacional a partir do segundo trimestre de 2018 (Valor Econômico).

Essa forte instabilidade das cotações do café em Nova Iorque pode ser acompanhada e usufruída por fundos e especuladores, que com o apoio das novas ferramentas da informática e da inteligência artificial mudam suas posições em frações de segundos. No mercado físico o cenário é muito diferente e mais complicado a cada ano. Produtores e indústrias têm de tomar decisões para investimentos com longo ciclo de maturação. Os cafeicultores, além dos problemas com pragas, clima, leis ambientais e trabalhistas, enfrentam a cada ano fortes mudanças nas cotações de sua produção que transformam rapidamente em prejuízo o resultado do trabalho de um ano inteiro.

Mesmo nestes anos de forte crescimento do consumo mundial e de grandes lucros para o comércio internacional, as bases de preços praticadas no mercado físico de café são ruinosas para a maioria dos cafeicultores em todo o mundo.

Esta semana, quando o preço de referência do café negociado em Nova Iorque recuou para menos de US$ 1 por libra-peso, caindo para o menor nível em 12 anos, lideranças dos cafeicultores reunidas em Londres no Fórum Mundial de Produtores de Café, que inclui associações de produtores da África, Índia, México, América Central e do Sul, pediram que as empresas de café se comprometam a comprar café a um valor superior ao custo de produção.

Atestando, mais uma vez, o bom momento do consumo mundial de café, o Conselho de Investimentos da Previdência do Setor Público (PSP), um dos maiores fundos de pensão do Canadá, comprou, em maio último, uma participação minoritária não revelada no grupo brasileiro Montesanto Tavares, que produz e vende café de alta qualidade para redes que incluem a Starbucks. Como parte do acordo, a PSP concordou em injetar até R$ 1,5 bilhão (US$ 362,2 milhões) no grupo com o objetivo de torná-lo o maior produtor de café do Brasil (UOL/ Bloomberg – veja mais informações em nosso site).

A "Green Coffee Association" divulgou que os estoques americanos de café verde totalizaram 6.662.861 em 31 de agosto de 2018. Uma baixa de 172.768 sacas em relação às 6.835.629 sacas existentes em 31 de julho de 2018.

Até dia 20, os embarques de setembro estavam em 1.187.789 sacas de café arábica, 217.933 sacas de café conillon, mais 113.383 sacas de café solúvel, totalizando 1.519.105 sacas embarcadas, contra 1.325.156 sacas no mesmo dia de agosto. Até o mesmo dia 20, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em setembro totalizavam 2.130.847 sacas, contra 2.014.960 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 14 sexta-feira, até o fechamento de hoje, dia 21, subiu nos contratos para entrega em dezembro próximo 20 pontos ou US$ 0,26 (R$ 1,05) por saca. Em reais, as cotações para entrega em dezembro próximo na ICE fecharam no dia 14 a R$ 549,16 por saca, e hoje dia 21 a R$ 535,20. Hoje, sexta-feira, nos contratos para entrega em dezembro a bolsa de Nova Iorque fechou com alta de 15 pontos.

Escritório Carvalhaes

 

Cotações de Café

domingo, 23 de setembro de 2018

 

US$/saca 60 Kg

Gráfico
  • CD Finos
  • Fino/Extra
  • Boa Qualidade

  • Duro Fraco
  • Riados
  • Rio

  • Consumo Dura
  • Consumo Riada
  • NY

Mercado físico:

21/09/2018 - Calmo - COTAÇÕES NOMINAIS.

Indicador de preços OIC - 20/09/2018

Colombian Mild Arabicas: US$ 125.72
Brazilian Naturals: US$ 100.60
(US cents por libra)
Fonte: OIC (Organização Int. do Café)

Mercado de Café safra 2018/2019
Cafés Físico Fech. Mín. Máx.
CD Finos 21/09/18430,00450,00
Fino/Extra 21/09/18415,00430,00
Boa Qualidade 21/09/18400,00410,00
Duro Fraco 21/09/18380,00390,00
Riados 21/09/18370,00375,00
Rio 21/09/18360,00370,00
Consumo Dura 21/09/18370,00380,00
Consumo Riada 21/09/18360,00370,00
por saca 60,5 kg - tipo 6 para melhor (em R$) Fonte: Carvalhaes
Cotações de NY
contrato fech. U$ var. R$
SEP18 21/09/18 92.00 492,88 
DEC18 21/09/18 99.90 15  535,20 
MAR19 21/09/18 103.30 20  553,41 
MAY19 21/09/18 105.75 30  566,54 
JUL19 21/09/18 108.10 30  579,13 
SEP/19 21/09/18 110.50 35  591,99 
U$ cnt / Lb - R$ / saca 60 kg (contrato C)
Cotações da Bolsa de São Paulo (BMF)
contrato fech. U$ var. R$
SEP18 21/09/18 125.35 507,67 
DEZ18 21/09/18 114.50 -15  463,72 
MAR/19 21/09/18 118.60 -70  480,33 
MAY19 21/09/18 --  -- 
por saca 60,5 kg
Cotações da Bolsa de Londres (LIFFE)
contrato fech. U$ var. R$
SEP18 21/09/18 1,596.00 28  6.463,80 
NOV18 21/09/18 1,489.00 -19  6.030,45 
JAN19 21/09/18 1,493.00 -16  6.046,65 
MAR19 21/09/18 1,511.00 -15  6.119,55 
por tonelada - café robusta
cotações do câmbio
moeda un valor data
Dólar Com. R$ 4,0500 21/09/18
Euro US$ 1,1737 21/09/18