Escritório Carvalhaes - Corretores de Café Rua do Comércio, 55 - 8ª andar - Santos/SP - Brasil - Cep. 11010-141 - Tel. (13) 2102-5778 -23.93422, -46.328565

Boletim semanal - ano 81 - n° 36

Abaixo está o último boletim publicado.

Se quiser consultar boletins anteriores, clique aqui.

Santos, sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Em meio a muita informação conflitante lançada no mercado, as cotações cederam em Nova Iorque. Os contratos de café com vencimento em dezembro próximo na ICE Futures US perderam esta semana 1 350 pontos. Informações sobre chuvas chegando aos cafezais brasileiros, que acabam se mostrando localizadas e insuficientes; floradas que abrem nas lavouras debilitadas que receberam essas chuvas e agora precisam de novas chuvas para vingar e se transformar em frutos; novas estimativas sobre o tamanho da safra recém-colhida e da próxima, sem indicações da metodologia usada para o cálculo; informações sobre armazéns cheios de café (se não estivessem cheios agora no final da colheita do maior produtor e segundo maior consumidor de café do mundo, os preços explodiriam), são exemplos do que é passado aos operadores com o intuito de segurar as cotações.

A verdade é que os interesses envolvidos são grandes e os interessados em baixa ou em alta lançam no mercado boatos e informações incompletas às dezenas. A cada dia que as cotações na ICE fecham em alta ou em baixa, milhares de dólares são transferidos de um operador para outro. Especuladores e operadores de mercado estão acostumados com esse jogo, mas os cafeicultores que contam apenas com sua safra anual e têm de tomar decisões de médio e longo prazo, acabam desorientados em meio ao “tiroteio” diário.

A CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento informou esta semana que no próximo dia 16 irá divulgar a sua terceira estimativa para a recém-colhida safra brasileira de café 2014. Estamos chegando a metade do mês de setembro e a partir de agora, como todos os anos, as chuvas devem começar a cair sobre os cafezais do sudeste brasileiro. Ainda não há previsão da data em que as chuvas se regularizarão, mas não podem demorar muito mais. Quando começarem, darão um pouco de tranquilidade aos produtores, pois se caírem em bom volume poderão limitar as perdas para a safra 2015. Os agrônomos informam que as perdas devido à forte seca do último verão são inevitáveis e as chuvas, quando chegarem, vão evitar que as perdas sejam ainda maiores. Depois é torcer para que o verão de 2015 seja chuvoso, não se repetindo o que aconteceu no início deste ano.

Com as cotações em Nova Iorque recuando esta semana, o mercado físico brasileiro apresentou-se sem grande volume de negócios fechados. Os produtores se dedicam a terminar o benefício da safra colhida e os que fizeram vendas futuras para entrega neste mês de setembro, se apressam para cumprir seus contratos. Não se nota pressão vendedora apesar da safra já estar nos armazéns.

O CECAFÉ – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, informou que no último mês de agosto foram embarcadas 3.016.317 sacas de 60 kg de café, aproximadamente 13,4% (356.079 sacas) a mais que no mesmo mês de 2013 e 14.323 sacas a menos que no último mês de julho. Foram 2.342.451 sacas de café arábica e 365.863 sacas de café conillon, totalizando 2.708.314 sacas de café verde, que somadas a 305.726 sacas de solúvel e 2.277 sacas de torrado, totalizaram 3.016.371 sacas de café embarcadas.

Até o dia 11, os embarques de setembro estavam em 575.565 sacas de café arábica, mais 58.197 sacas de café conillon somando 633.762 sacas de café verde, mais 42.868 sacas de café solúvel, totalizando 676.630 sacas embarcadas, contra 662.190 sacas no mesmo dia de agosto. Até o dia 11 os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em setembro totalizavam 1.102.252 sacas, contra 1.147.909 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 05, sexta-feira, até o fechamento de hoje, sexta-feira, dia 12, caiu nos contratos para entrega em dezembro próximo, 1.350 pontos ou US$ 17,86 (R$ 41,70) por saca. Em reais, as cotações para entrega em dezembro próximo na ICE fecharam no dia 05 a R$ 587,62 por saca e sexta-feira, dia 12 a R$ 570,03 por saca. Hoje nos contratos para entrega em dezembro a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 90 pontos.

Escritório Carvalhaes

 

Cotações de Café

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

 

US$/saca 60 Kg

Gráfico
  • CD Finos
  • Fino/Extra
  • Boa Qualidade

  • Duro Fraco
  • Riados
  • Rio

  • Consumo Dura
  • Consumo Riada
  • NY

Mercado físico:

18/09/2014 - Semiparalisado - Cotações Nominais

Curto de vendedores nas bases dos compradores.

Indicador de preços OIC - 18/09/2014

Colombian Mild Arabicas: US$ 196.25
Brazilian Naturals: US$ 161.25
(US cents por libra)
Fonte: OIC (Organização Int. do Café)

Mercado de Café safra 2014/2015
Cafés Físico Fech. Mín. Máx.
CD Finos 18/09/14500,00530,00
Fino/Extra 18/09/14470,00480,00
Boa Qualidade 18/09/14450,00460,00
Duro Fraco 18/09/14410,00430,00
Riados 18/09/14380,00390,00
Rio 18/09/14320,00330,00
Consumo Dura 18/09/14320,00330,00
Consumo Riada 18/09/14310,00320,00
por saca 60,5 kg - tipo 6 para melhor (em R$) Fonte: Carvalhaes
Cotações de NY
contrato fech. U$ var. R$
SEP14 18/09/14 175.90 -475  549,13 
DEC14 18/09/14 181.20 -365  565,67 
MAR15 18/09/14 185.35 -365  578,63 
MAY15 18/09/14 187.80 -360  586,28 
JUL15 18/09/14 189.40 -355  591,27 
SEP15 18/09/14 189.90 -355  592,83 
U$ cnt / Lb - R$ / saca 60 kg (contrato C)
Cotações da Bolsa de São Paulo (BMF)
contrato fech. U$ var. R$
SEP14 18/09/14 212.00 500,32 
DEZ14 18/09/14 216.60 -540  511,18 
MAR15 18/09/14 226.00 -150  533,36 
MAY15 18/09/14 --  -- 
JUL15 18/09/14 --  -- 
por saca 60,5 kg
Cotações da Bolsa de Londres (LIFFE)
contrato fech. U$ var. R$
SEP14 18/09/14 1,972.00 16  4.653,92 
NOV14 18/09/14 1,961.00 -16  4.627,96 
JAN15 18/09/14 1,974.00 -16  4.658,64 
MAR15 18/09/14 1,987.00 -13  4.689,32 
por tonelada - café robusta
cotações do câmbio
moeda un valor data
Dólar Com. R$ 2,3600 18/09/14
Euro US$ 1,2913 18/09/14